cães

MANEJO NUTRICIONAL

Especificidades Nutricionais do filhote em função de seu tamanho.
Qualquer que seja a raça, um filhote tem necessidades energéticas em proteína, minerais e vitaminas muito maiores do que um cão adulto. Ele não digere o amido tão bem quanto um cão adulto. Desta forma a composição dos alimentos para filhotes apresenta algumas características comuns: elevada densidade energética, grande concentração de todos os nutrientes essenciais e nível máximo de amido no alimento.
A duração do uso de um alimento para o crescimento varia em função da raça: 8 a 10 meses para pequena, 10 14 meses para as médias e 14 a 24 meses para as grandes.

Especificidades Nutricionais do cão adulto em função do seu tamanho.
Ao atingir a idade adulta, o cão precisa de uma certa quantidade de energia para manter seu peso: quanto maior o peso, menor a necessidade energética por quilograma.
Por isso um cão de raça pequena deve receber alimento mais concentrado em energia do que um cão de raça média. O aumento da concentração energética implica no aumento da concentração em proteínas, minerais e vitaminas.
A palatabilidade é um fator importante para os cães de raça pequena, pois estes apresentam um apetite caprichoso, pois os donos cedem mais facilmente aos seus caprichos. Entres os cães de raça grande, o aumento da densidade energética permite diminuir o volume das refeições e, portanto minimizar os riscos de má digestão.

Nutrição do cão maduro
Para manter o cão com boa saúde, é preciso lhe assegurar uma boa higiene de vida. Através de uma atividade física regular o cão mantém sua musculatura e combate o excesso de peso. A vigilância do estado dos dentes e da pelagem também é importante.
À medida que o animal envelhece, estes não utilizam tão bem as proteínas alimentares como os jovens, então torna-se necessário melhorar a qualidade e não diminuir a quantidade.
A densidade energética respeita as mesmas regras para os cães adultos: aumento do nível energético para as raças pequenas devido ao aumento de suas necessidades e igualmente aumento para as raças grandes a fim de compensar sua capacidade digestiva limitada. Conforme a idade entre os cães também aumenta a freqüência de problemas buco-dentais.

Nutrição do cão idoso
Um cão pode ser considerado verdadeiramente idoso se já tiver atingido de 75 a 80% de sua esperança de vida. Os sinais de envelhecimento tornam-se cada vez mais evidentes e fáceis de reconhecer a partir de:
• 12 anos em um cão pequeno;
• 10 anos em um cão de tamanho médio;
• 8 anos em um cão grande.

O motivo de alimentá-los bem serve para combater o envelhecimento celular, atenuar as conseqüências do fenômeno da artrose, melhorar a condição imunológica do animal e aumentar sua resistência às infecções e combater o desenvolvimento de catarata, da doença degenerativa, tumores e outros e embelezar a pele e a pelagem. Por isso a importância na escolha da ração e de se verificar se esta possui os ingredientes necessários para esses objetivos.

MUNDOPETSHOP©Todos os direitos reservados
Cadima Shopping - Centro - Nova Friburgo - RJ
Tel.:(22) 2522-6590 - contato@mundopetshop.com.br

www.mpdesign.com.br