dicas e orientações

CÃO-GUIA

No dia 21 de setembro de 2006 foi assinado o decreto que regulamenta o uso do cão guia em locais públicos em todo o país. A lei 11.126 prevê que o cão pode entrar com o seu companheiro em lugares como escolas, teatros, cinemas, bares e restaurantes. O estabelecimento que não cumprir a lei terá de pagar uma multa que varia de R$1000,00 a R$50.000,00.

Para entrar no local, o proprietário do cão-guia deverá apresentar um documento de identificação da dupla, carteira de vacinação e também o equipamento adequado que consta de coleira, guia e arreio com alça que deve cobrir todo peitoral do animal.

Aqui no Brasil ainda são poucas as pessoas que contam com esse auxílio, mas aos poucos as associações começam a investir em projetos de capacitação e treinamento de cães para esta função. Um grande obstáculo encontrado ainda é a falta de conhecimento das pessoas responsáveis pelos estabelecimentos, pois chegam a impedir que os portadores de deficiência visual possam transitar livremente com seus cães em locais públicos.

As raças mais utilizadas para este fim são o Labrador retriever, Golden retriever e o Pastor alemão. Para que possam se tornar cães-guias, precisam apresentar algumas qualidades tais como temperamento dócil e equilibrado, facilidade de adaptação a novas situações, tamanho, tipo de pelagem, inteligência e facilidade em aprender. Além do temperamento, é importante lembrar que o comportamento de um cão varia também de acordo com o caráter desenvolvido nele, conforme o meio em que vive e do amor que receba. Grande, portanto, é a importância da família voluntária para a formação de um cão. Essa família voluntária é responsável pela criação dos filhotes a partir de 8 semanas de idade, até completarem um ano de idade.

Enquanto estiver sob os cuidados desta família 'temporária', o cão deverá ser exposto ao maior número de informações e experiências possíveis, saindo para passear todos os dias, a pé ou de carro, para diferentes lugares, tranqüilos e movimentados, tendo bastante contato com muitas pessoas, entrando em lojas e restaurantes, fazendo viagens com a família, participando de todos os acontecimentos familiares e logicamente entrando em casa. Depois, começarão os treinamentos específicos com um adestrador.

Enfim, o cão guia é um animal muito especial, possuindo temperamento dócil e sendo dotado de extrema paciência e determinação. Ama profundamente o dono e por essa razão sente prazer no seu trabalho e funciona como olhos do cego. Quando você se deparar com um cão na companhia de um cego, não tente brincar com ele ou distraí-lo, evitando assim tirar a atenção do animal.

MUNDOPETSHOP©Todos os direitos reservados
Cadima Shopping - Centro - Nova Friburgo - RJ
Tel.:(22) 2522-6590 - contato@mundopetshop.com.br

www.mpdesign.com.br